Seguidores

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Autoridade e Disciplina

Autoridade e Disciplina
Rm. 13.1-14
Toda autoridade provém de Deus.
Ilustração extra bíblica: Quando Deus estava criando os anjos, ele chamou Lúcifer para ajuda-lo nessa missão e deu-lhe um raminho de mato a ele e uma bacia da água da vida e disse a ele molhe esse raminho na água e pegue fora da bacia um pingo por vez, a cada pingo nascera um anjo. Lúcifer começou a criar os anjos, um por vez, porém o poder lhe subiu a cabeça e ele ensoberbeceu desejando subir acima do criador de todas as coisas. E ao invés de pingar um pingo de cada vez mergulhou o ramo inteiro na água e sacudiu fora da bacia e cada vez que assim fazia nascia uma multidão de anjos conforme os pingos que caiam, formando um verdadeiro exercito de anjos. Veio o criador, conhecendo sua soberba e desobediência, o condenou e expulsou a ele e seu exercito de anjos para  nas trevas. Isaías 14.12-15; Ezequiel 28.13-17; Ap. 12.4-12.

O ser humano é sujeito a autoridade e a disciplina. desde a infância, através dos pais, dos professores, dos instrutores até se formar, se vai servir o exercito, continua sujeito a autoridade Militar que é rigorosa. Mas se desobedece a autoridade é disciplinado com prisão e até expulsão e entregue as autoridades civis. Voltando a vida civil fica sujeito as autoridades civis. Há uma diferença entre autoridade e autoritarismo. Há pais que abusam da autoridade que tem sobre seus filhos, espancando-os desnecessariamente, quando denunciados podem até serem processados e perderem o pátrio poder. O nosso país está sob um regime democrático, onde todos tem direitos e deveres, uns para com os outros e com os poderes instituídos, executivo; legislativo e judiciário. A nossa igreja também é uma instituição democrática regida por um estatuto elaborado na forma da lei, contendo uma diretoria executiva e um conselho de ética. 

O pastor da Igreja é o responsável por tudo o que acontece na Igreja, ele é auxiliado por seus lideres dos grupos formados na igreja, líder dos jovens; líder dos varões, líder dos louvores, líder do circulo de oração; líder dos cordeirinhos que são as crianças. Os quais devem comunicar a ele quando há alguma indisciplina, porque ele é o responsável e somente ele pode aplicar as penas disciplinares em concordância com outro membro da diretoria, informando ao presidente. Podemos ver nas sete Igreja do Apocalipse, a responsabilidade espiritual do anjo da igreja, que é o pastor.
A Bíblia nos ensina a obedecermos as autoridades porque toda autoridade vem de Deus e os desobedientes estão sujeitos a disciplina, os que resistem as autoridades trazem sobre si condenação. As autoridades são ministros de Deus para o nosso bem, os que fazem o mal estão sujeitos aos castigos, porque a vingança é do Senhor que não tem o culpado por inocente. Aos obreiros a responsabilidade é maior ainda porque já conhecem a verdade, porem não devem ser autoritários, tratando a todos com amor, porque dói cortar na carne, mas é necessário e não podemos nem confraternizar com aqueles que estão sendo disciplinados até que cumpram a disciplina.

Somos todos abençoados com direitos e deveres e temos que dar a cada um o que devemos, pagando nossos tributos, nossos impostos, obedecendo as nossas autoridades e honrando a quem tem honra. A Bíblia diz a ninguém devais coisa alguma a não ser o amor com que Cristo nos amou, amando uns aos outros. É vergonhoso para o crente ou não crente ser chamado de velhaco, portanto devemos saldar nossas dividas tanto com Deus, como com o mundo. Se comprou, pague em dia, se fez um voto com Deus pague porque Deus não se agrada de tolos. Há quatro mandamentos negativos e dois positivos. Com efeito: Não adulterarás, não matarás, não furtarás, não darás falso testemunho, não cobiçarás; e se há algum outro mandamento, tudo nesta palavra se resume: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo. Romanos 13:9. Marcos 12:30-31   Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças; este é o primeiro mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que estes. Rm. 13.10: O amor não faz mal ao próximo. De sorte que o cumprimento da lei é o amor. Em 1ª Cor. 13.1-13, temos a versão simplificada da Bíblia, onde podemos entender a virtude do amor infinito, que permanecerá para sempre.

 Precisamos aprender a discernir a hora e o tempo, despertando-nos do sono, porque a salvação está mais perto de nós que quando aceitamos a fé. A noite é passada e o dia chegou; somos a luz do mundo e temos que resplandecer, vestindo-nos das armas da luz que estão em Ef. 6.10; andando honestamente e rejeitando as obras da carne. Gl.5.19-21.

Conclusão: Revistamo-nos do Senhor Jesus Cristo que é a palavra de Deus, para que não caiamos nas concupiscências que são os desejos desenfreados da carne, e não ultrapassemos a palavra de Deus como fez o rei Saul e perdeu o reino,1º Sm.13.12;15.22; como fizeram Hofini e Finéias, 1º Sm. 4.11; sob as vistas grossas de Eli, que como eles perderam a vida, como fizeram Ananias e Safira, mentindo ao Espirito Santo e também perderam a vida, Atos 5; como fizeram os magistrados que mandaram surrar Paulo e Silas, em atos 16, por fazerem as obras de Deus, depois quando souberam que Paulo era Romano, temeram muito, porque abusaram da autoridade que tinham e negligenciaram a cidadania de Paulo. Mas a mão de Deus se manifestou poderosamente para reparar a injustiça e salvar as almas que creram no Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo para glória de Deus. Amém. Que Deus abençoe a todos.
Sinopse do sermão da reunião de obreiros da IPADMP. Dia 19/4/2015.
Sede: Rua dos Alpes 1.143. Curuça- Santo André SP.                                                     
                                                                   Bp. Narciso L. Silva.


Nenhum comentário:

Postar um comentário