Seguidores

terça-feira, 21 de maio de 2013

Há Uma Recompensa para quem Teme a Deus


Há Uma Recompensa para quem Teme a Deus

Salmo 128.

Introdução: 128. 1: Bem-aventurado aquele que teme ao Senhor e anda nos seus caminhos.

 A recompensa é um presente que é oferecido pelo Senhor para quem o teme, pois a palavra temor é interpretada como, medo, horror, receio; porem como essa palavra surge cerca de 366 vezes na Bíblia dizendo não temas no sentido positivo; vamos interpreta-la neste texto, como obedecer ao Senhor, sendo que obedecer ao Senhor é respeitar e confiar na sua palavra. Porém para aquele que não obedece ao Senhor, não crê em sua palavra está reservado o pior destino.
A Bíblia nos mostra o exemplo do rei Saul que desobedeceu ao Senhor deixando de cumprir sua palavra ao poupar o rei dos Amalequitas e o melhor de suas ovelhas, quando a ordem do Senhor era exterminá-los. Saul perdeu a presença do Senhor em sua vida, perdeu o reino e consequentemente a vida. 1º Sm.13.13 e 15.22-23. Temos outro exemplo Bíblico em 1º reis 13.1-26, onde um profeta verdadeiro usado por Deus foi incumbido de uma missão, porém não podia comer nem beber durante a missão. Mas aceitando a sugestão de outro profeta, parou para comer pão com ele, e por isso foi morto por um leão. Mas a Bíblia diz que aquele que perseverar até o fim será salvo.

Sl.128.2 – Pois comerás do trabalho de suas mãos, feliz serás, e te irá bem.
Não há benção maior do que comer do trabalho de nossas mãos, colher aquilo que plantamos e nos alimentar do fruto de nosso trabalho é uma benção muito grande, quer trabalhemos por conta própria ou como empregados seremos recompensados com o fruto de nosso trabalho. E seremos felizes porque a presença do Senhor está em nosso coração para nos preservar da angustia, do abandono, e das astucias do inimigo de nossa alma. A nossa fidelidade ao Senhor nos dará como recompensa duas bênçãos: Alegria e realização.

Sl. 128.3 – A tua mulher será como a videira frutífera aos lados de sua casa: os teus filhos como plantas de oliveira, a roda da tua mesa. Essas são mais duas virtudes das quais não devemos abrir mão. Mulher e filhos abençoados. Tudo isso teremos por respeitar a palavra de Deus e andarmos nos seus caminhos guardados pelo Senhor, fora do alcance do inimigo. Pois quem anda nos caminhos de Deus pela fé, não há motivos para temer as investidas do inimigo. Viverá em amor e em comunhão com a mulher e com os filhos. Aleluia!
Sl. 128.4 – Eis que assim será abençoado o homem que teme ao Senhor.

Quando nossa família participa das nossas vitórias, a benção é completa e real, pois vem do céu, a família foi a primeira instituição criada por Deus na terra, para desfrutar da sua presença diária, onde há paz, saúde e união. Se isso não está acontecendo tem que buscar ao Senhor em oração para restaurar a comunhão familiar e a reconciliação, e se colocar nas mãos do Todo poderoso e deixar ele agir para efetuar a benção.
128.5 – O Senhor te abençoará desde Sião, e tu verás o bem de Jerusalém em todos os dias da tua vida.

As bênçãos do Senhor vem do alto, para todos aqueles que confiam nele, andam nos seus caminhos e o buscam ele não negará bem algum. Jerusalém representa a Igreja que somos nós e o senhor cumprirá a sua palavra a nosso respeito, abençoando nossa vida, nossa casa, nossa família, nossa Igreja, pois fazemos parte dos seus planos e  tudo o que ele tem para nós se cumprirá em nossa vida e veremos o bem de Jerusalém, pois somos casa da paz, templos vivos do Espirito Santo de Deus. Mantendo-nos fieis a Deus estaremos livres de toda obra do maligno, com direito a Jerusalém celestial que desce do céu ataviada como uma noiva, e não haverá nem choro, nem lagrimas ou tristeza em nosso coração. Ap.21.4. Essa recompensa está reservada aqueles que amam o Senhor e andam nos seus caminhos com fidelidade. A sua alegria não terá mais fim. E se necessário for os nossos dias será prolongados, para glória do Senhor.
128.6 – E verá os filhos dos seus filhos e a paz sobre Israel.

Conclusão:
Bem-aventurado o homem que teme ao Senhor, que em seus mandamentos tem grande prazer. Sl. 112.1. A longevidade é uma das bênçãos que o Senhor dá aqueles que o amam, e a paz é a maior das bênçãos com a qual ele nos contempla diariamente, pois essa paz foi nos dada por Jesus, João 14.27; o filho do amor de Deus; ele nos deu a paz, não a paz que o mundo dá; mas a paz que excede a todo entendimento. Fp. 4.7-9. É por isso que a palavra de Deus nos manda orar pela paz de Jerusalém, porque todos os que a amam prosperam. Aleluia!

 Fonte de Inspiração: Ver.Rev. ano 13 149 Show da Fé. Mss. R.R.Soares.

Elaborado e adaptado por:                                      Bp. Narciso L. Silva.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário