Seguidores

sexta-feira, 9 de novembro de 2012


O Justo Viverá pela fé. (Sermão expositivo).
Hb. 2.1-4 .

 Introdução:

 Definição de Justo no A.T. O justo florescerá como a palmeira, crescerá como o cedro do Libano.
A palmeira cresce no deserto e sua verdura surge do ó ardente indicando ao viajante onde tem agua. É uma arvore notável pela sua beleza e crescimento, sempre firme e levantando sua coroa de folhas com ondulantes palmas; sua folhagem é emblema de louvor e símbolo de alegria e triunfo, nunca murcha e nela não se deposita pó. Entrelaçadas com outras plantas enfeita a festa dos Tabernáculos. Lv.23.4.

 Foi levantada ao ar pela multidão para homenagear e louvar o Messias rei quando entrou em Jerusalém montado num jumentinho. João 12.13. Estava nas mãos dos remidos no Céu. Ap. 7.9. A palmeira tem cerca de 360 aplicações, sua sombra refresca, seus frutos restaura as forças e sacia a sede ao sedento, anuncia que existe agua por perto, com suas folhas se fazem leitos e coberturas. O seu melhor fruto vem na velhice, visto que as tâmaras mais saborosas são colhidas quando a arvore tem cem anos. A palmeira é símbolo do Justo no deserto deste mundo pecaminoso. Esta arvore já foi símbolo da Palestina. O cedro do Libano é símbolo desse pais, é uma arvore de raízes profundas até alcançar a rocha, que resiste as tempestades enquanto outras são arrancadas.

 A profecia de Habacuque: O justo viverá da fé, foi proferida antes da invasão babilônica a Judá, o povo estava desviado e descrente nos profetas do Senhor, quando ele recebeu esta mensagem em forma de visão, que havia de escrever em tabuas ou pedra para que todos lessem e fugissem do pecado da idolatria e da iniquidade. Esta mensagem é citada nada menos que três vezes nas epistolas paulinas, tomando por base da doutrina da justificação pela fé. Deus estava revelando a fé triunfante para um tempo determinado, porem aqueles que se convertessem e se mantivessem fiéis escapariam da condenação, a confiança em Deus não seria em vão. Seriam salvos da calamidade pela fé, assim como acontece com os crentes de hoje, o pecador é justificado e salvo vivendo pela fé em Cristo.

 Rm. 1.17-b, o justo viverá da fé, expressão esta que tem servido para despertar inúmeros corações, como o de Santo Agostinho bispo de Hipona e de  Lutero, o grande reformador da Igreja, que descrevendo sua conversão disse: Apesar de minha vida ser pura, eu me sentia um grande pecador diante de Deus, minha consciência estava perturbada e de dia e de noite, eu meditava sobre esta mensagem: O justo vive da fé. Finalmente cheguei a conclusão de que a justiça a que se refere o Evangelho, é a justiça pela qual Deus, na sua infinita graça e misericórdia, nos justifica mediante a obra que Cristo realizou por nós na Cruz do calvário, então senti-me um homem novo. Porém mesmo depois desta brilhante conclusão, continuou fiel a Igreja Romana, até que por um milagre, foi levado de Jerusalém para Roma, a fim de merecer uma indulgencia prometida pelo Papa, quando, repentinamente ouviu uma voz como a de um trovão vindo do céu que lhe dizia: Mas o justo vive da fé. Levantou-se imediatamente e não concluiu sua penitencia. Nesse momento caiu-lhe dos olhos o véu da incompreensão e reconheceu como andava longe da verdade evangélica. Ali mesmo tirou o hábito e saiu pregando o Evangelho, tornando-se assim um poderoso instrumento de Deus para reforma da Igreja, divorciada dos princípios doutrinários de seu fundador, o nosso Senhor Jesus Cristo. Eu quero profetizar na sua vida, que a partir de hoje você será uma nova criatura em Cristo, Deus está tirando dos teus olhos o véu que encobre a verdade do Evangelho, Deus está abrindo a sua visão Espiritual nesta noite, se você pode crer glorifique ao Senhor. Aleluia!

 A justiça dos homens é considerada como trapo de imundície perante Deus, Is. 64.6. Isto quer dizer que o homem por si mesmo não pode operar a justiça, não pode ser justificado por si mesmo, precisa se converter a Cristo, o único que pode nos justificar e nos purificar com seu sangue vertido na Cruz. 1ª João 1.7-9. É considerado justo perante Deus, todo aquele que crê em Jesus Cristo, o confessa como único e suficiente salvador e permanece na Igreja cultuando o Evangelho. É evidente que pela lei ninguém será justificado diante de Deus, porque o Justo viverá da fé. Gl. 3.11. De sorte que os que são da fé são benditos com o crente Abraão. Gl.3.9. Os que são da fé, glorifiquem ao Senhor. Aleluia!

 Pois pela graça sois salvos, por meio da fé, e isto não vem de vós, é dom de Deus. Ef. 2.8. Quando recebemos a Jesus Cristo em nosso coração, recebemos a graça de Deus por meio da fé, e isto não vem de nós é dom de Deus, e a Bíblia diz que os dons são irrevogáveis, de modo que a fé, é um dom de poder, mais só funciona quando você a põe em ação, quando você toma uma atitude de fé e renuncia o pecado, toma uma atitude de fé e ora, quando você toma uma atitude de fé e toma posse da benção; quando você toma uma atitude de fé e reivindica o que é de direito seu pela palavra de Deus; quando você toma uma atitude de fé  e expulsa o diabo; quando você toma uma atitude de fé  e profetiza a benção na sua vida. Eu não sei qual é a sua necessidade nesta noite, mas eu quero profetizar na sua vida que você vai sair daqui nesta noite cheio de fé e carregado de bênçãos. Os que creem glorifiquem ao Senhor e recebam em nome de Jesus. Aleluia!

 A palavra de Deus diz que se você agir pela fé, verá que há uma diferença entre o justo e o ímpio, entre os que servem a Deus e os que não o servem. Ml. 3.18.  Fogem os ímpios sem que ninguém os persiga, mas os justos são intrépidos como o leão. Pv. 28.1. A Bíblia diz que cada um de nós recebemos uma medida de fé, mas a fé não é de todos. Pois a fé genuína é a fé em Deus, não nos ídolos mudos, não nos homens por mais santo que seja, não nos próprios recursos, não na religião, não na Igreja, não no Papa, não no pastor, não nos santos apóstolos, mas em Deus nosso Senhor Jesus Cristo, o único que em sua morte vicária, nos livrou da morte e conquistou para nós a vida eterna. Aleluia! Glorias a Deus.

 Conclusão:

 A bíblia diz: O meu povo sofre por falta de conhecimento, quanto mais conhecemos a Deus através de sua palavra escrita na Bíblia, mais o Senhor aumenta a nossa fé, e mais nos capacita a nos livrar do sofrimento. De sorte que a fé vem pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus. Rm. 10.17. Portanto, não lanceis fora a vossa confiança, que tem uma grande recompensa. Necessitais de perseverança, para que depois de haverdes feito a vontade de Deus alcanceis a promessa. Pois ainda em pouco tempo aquele que há de vir virá, e não tardará. Mas o meu justo viverá da fé. E se ele recuar, a minha alma não terá prazer nele. Nós porem não somos daqueles que retrocedem para a perdição, mas daqueles que creem para a salvação da alma. Hb. 10.35-39. Todos os justos que estão aqui nesta noite levantem as mãos e glorifiquem ao Senhor. Aleluia! Glorias a Deus.

 Elaborado por:                                               Pr. Narciso L. Silva. D/R.

Bibliografia:

Bíblia Explicada

Bíblia A.R.C.

EBD. Betel 1995.1º tr. Lição 8

Blog. Do Pr. Geraldo Marçal.

 

 

 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário